Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Relato de Flvio

Eu , Flávio Fomm fui casado durante 33 anos com Carmen Lúcia Montenegro Fomm e a amava muito.

Durante um processo cirúrgico, para a retirada de um aneurisma uma incontrolável hemorragia, fez com que Carmen tivesse morte encefálica no dia 19 de novembro de 2000. Não se faz necessário dizer a extensão do sofrimento de meus filhos, e de toda a família. Pois mesmo entendendo a doutrina espírita, a aceitação é difícil. A dor e a saudade fizeram com que de alguma maneira pudéssemos conseguir um contato. Então a Transcomunicação ( falar com os espíritos através de aparelhos eletro-eletrônicos) veio reascender nossa esperança.

Sônia Rinaldi a facilitadora desse contato nos orientou e marcamos dia e horário ,para que a comunicação acontecesse,10/10/01 Alguns trechos dessa conversa segue abaixo:

Flávio – “ Oi, Carmen...”

Carmen – “ Eu venho pra você conhecer...”

Flávio – “ beijos e abraços meus, da Carla, e do Fábio e da minha mãe.....”

Flávio – “ Com quem você está no momento...?”

Carmen – “ Acostumada com teu espaço...”

Flávio – “ Qual o nome da colônia que você está morando...? “ Essa pergunta advém da idéia extraída da literatura espírita.

No entanto, Carmen dá uma resposta brilhante, sugerindo Que na cidade de Santos é onde tem um bocado de Trabalho á ser feito, possivelmente ela ( Carmen ) já está e engajada nesse trabalho de desenvolvimento da Transcomunicação e corrobora com sua resposta o fato de estarmos atendendo com os telefonemas, dezenas de pessoas daquela cidade.

Carmen – “ A maior fonte de todo esse trabalho está em Santos.../ acabei me virando/ ás vezes eu saí de cima/ foi engraçado essa parte de antena...”

Antes de Carmen falecer, durante uma viagem fizemos filmagens e tenho sua voz gravada em uma das fitas, que foi comparada, estudada e testada.

O resultado final diz que: trata-se da mesma voz, ou seja a voz da fita gravada é a mesma da transcomunicação.  

Flávio Fomm

voltar